COBERTURA COMPLETA - CASO CARLINHOS


Hoje (02), por volta das 10h00 foi enterrado o empresário Carlos Aires de Santana, conhecido como Carlinhos, 47 anos, em meio a muita emoção por parte dos amigos e familiares.

O empresário que ficou desaparecido por 19 dias, teve seu corpo encontrado ontem a tarde, confirmando o pior.

Através das investigações, a equipe do delegado Joaquim Rodrigues, titular da 1ª Delegacia de Barreiras, chegou a um dos principais suspeitos pela morte de Carlinhos.


Delegado Joaquim Rodrigues - Alô Alô Salomão

Segundo informações, o suspeito preso, de nome Claudio Pedro da Silva Filho, 22 anos, mais conhecido como Claudio Diro, admitiu ter praticado o crime com a ajuda de mais três elementos, com nomes não revelados ainda. Explicou à polícia que foram disparados 5 tiros contra o empresário barreirense, porém não assumiu de fato que os tiros tivessem saído de suas mãos.


"Quando as pessoas falam, ouça com atenção. A maioria das pessoas nunca ouve" (Claudio Diro) - Frase retirada de sua página social

Claudio Diro foi encontrado no interior de São Paulo, em Suzano, pelo Delegado Carlos Sá e os agentes investigadores Jorge Shifler e Adilson. No momento em que foi encontrado, o suspeito festejava bebendo e com várias mulheres. Em Suzano também foi encontrado um dos carros de Carlinhos que estava também desaparecido, um  Chevrolet/Cruze, de cor branca. 


Claudio Dori - Foto de sua página social


CRIME


Empresário Carlinhos
No dia 11 de Fevereiro, Carlinhos foi  rendido na rua das Turbinas, no bairro Barreirinhas, em sua empresa. Claudio Diro e seus comparsas levaram o empresário para um estrada vicinal do Povoado de "Cantinho do Senhor dos Aflitos", em um matagal, aproximadamente a cinco quilômetros da BR - 135, que dá acesso à Riachão das Neves, onde aconteceu o assassinato de Carlinhos.


Corpo de Carlinhos encontrado no matagal

Além do Chevrolet/Cruze, também foi levado uma S10, na cor preta, que ainda não foi localizado.

Segundo Carlos Sá, Claudio será indiciado por ocultação de cadáver, crime de latrocínio (quando se mata para roubar) e formação de quadrilha, . Ele já possui passagem pela delegacia de Barreiras por prática de estelionato. 

RELATO DE CLAUDIO DIRO

Segundo o delegado Joaquim Rodrigues, Claudio esclareceu que cometeu o crime por uma dívida em dinheiro. Conforme seu relato, Carlinhos lhe devia a quantia de R$10.000, e depois de muito tentar receber sem sucesso, começou a planejar o assassinato do empresário.

No dia 11 de Fevereiro de 2013, segunda-feira de carnaval, Claudio colocou seu plano em ação, com a ajuda de mais três pessoas, que são elas, Daniel Silva Santos, um menor e um outro homem, que receberiam a quantia de R$1.000 e uma motocicleta em troca da ajuda. A polícia já sabe quem é o terceiro elemento, mas preferiu não revelar sua identidade ainda.


Foi encontrado na residência de Daniel Silva Santos e o menor, na Rua Juazeiro, no bairro São Paulo, em Barreiras uma arma, que foi apreendida e se encontra no Complexo Policial.



Claudio Diro dentro do Complexo Policial - Alô Alô Salomão

Após o crime, Claudio permaneceu na cidade pois foi visto por algumas testemunhas andando pela cidade com o carro roubado. Em seguida foi pra Luís Eduardo Magalhães, onde ficou na casa de uma amigo, e depois seguiu pra São Paulo, sua cidade natal.

A polícia iniciou as investigações no dia seguinte ao registro da esposa do empresário de seu sumiço, e rapidamente chegou ao suspeito de fato.

ENTERRO
Enterro do empresário hoje (02), pela manhã - Fernando Pop

Hoje o enterro do empresário foi realizado em meio a muita emoção. A angústia e a esperança tão vividas pelos parentes e amigos durante 19 dias, cedeu lugar ao silêncio, revolta e emoção.

Enterro do empresário hoje (02), pela manhã - Fernando Pop

Muitos familiares desde ontem passam mal, muito emocionados.

O empresário deixa esposa, e dois filhos, uma garota de 17 anos e um menino de 10 anos, além de uma família inteira em Barreiras.

www.fernandopop.com - Por: Amanda Garcia
Reações:

4 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns ao delegado e toda sua equipe que trabalharam brilhatimente para a desfecho desse crime.
Admiro o delegado Joaquim Rodrigues,gosto de ouvir as entrevistas dele no rádio...

Anônimo disse...

Não existe justificativa neste mundo para se tirar uma vida, só Deus é quem tem que ter este poder. Que Jesus o receba aonde e ele estiver tendo misericórdia dele e da família que a agora seguem sofrendo com a saudade.

Anônimo disse...

Esses meliates deve fica presos pra sempre.

Higor disse...

Meu Irmão ñ é um assascino e ele ñ matou eese cara agora por causa disso meu irmão esta presso nessa cdeia aii sofrendo e a nossa familia também ta sofrendo pq ele ta bem lunge da gente