LEM: AUTORES DE CRIME BÁRBARO EM RODA VELHA SÃO PRESOS PELA CIPE/CERRADO

Image00001
Os irmãos Weskissilei Ferreira Alves e Jirlan Ferreira Alves foram executados com diversos tiros. Eles foram surpreendidos em casa por quatro homens armados. A casa onde os irmãos estavam foi crivada de balas pelos assassinos. O crime foi por volta das 09h40 deste domingo, 16, numa residência em Roda Velha de Baixo, município de São Desidério.
Romerito Jardim dos Santos, de 26 anos, armado com uma pistola 380, Wilker Vieira da Silva, de 20 anos; Roney Jardim dos Santos, de 30 anos, portando revólveres calibre 38 e Edson de Araújo Vaz, de 21 anos, com um revólver calibre 32, cometeram o duplo homicídio.
O quarteto foi preso por policiais militares da CIPE/Cerrado na BR 020, quando se aproximavam da cidade de Luís Eduardo Magalhães.
“Estávamos em uma ronda de rotina quando passamos por um veículo Peugeot 308 em atitude suspeita, fizemos a volta e ordenamos que o motorista parasse o veículo”, contou um policial.
Ao serem abordados pelos policiais da Cerrado, os indivíduos contaram o que tinham feito em Roda Velha. A guarnição foi com eles até o local e comprovou a veracidade das informações. Os acusados foram conduzidos para a delegacia de polícia de LEM juntamente com as armas do crime.
Image00004
O crime
Roney afirmou que ao abrirem a porta, Jirlan e Weskissilei tentaram fugir, mas sua quadrilha não deu trégua.  Arrombou a porta e executou os dois. A dupla tentou reagir, porém estava desarmada.  ”Vocês mataram um colega da gente, uma criança. Ele pediu clemência pra vocês e vocês não deram, agora vocês vão morrer. E foi assim que matamos eles”, disse.
Image00006
Mais mortes
Na delegacia de polícia, Roney Jardim dos Santos contou ao repórter Sigi Vilares que o objetivo deles não foi alcançado por completo. “A gente queria matar ainda o Panela, que é irmão dos que morreram hoje, e o Luquinhas. Só que eles não estavam na casa na hora que nós chegamos. O Luquinhas estava na casa do Panela. Quando acabamos de matar Jirlan e Welinton, as nossas 70 balas acabaram e não deu para ir até a casa do Panela para terminar o serviço”, revelou Roney.
Image00002

Image00003
A motivação do crime
Roney Jardim observou que a motivação do crime foi vingança. Os irmãos mortos, Jirlan e Weskissilei, juntamente com Luquinhas e Panela teriam matado no dia 03 de agosto do ano passado, o adolescente Wendel de Almeida Souza, de 15 anos.
O adolescente foi encontrado morto na área do 4º BEC, em Barreiras, com várias perfurações no tórax, além de um corte profundo no pescoço.
“Matamos por que eles mataram uma criança inocente por motivo fútil, por causa de um galo que eles roubaram do menino. Eles armaram pra ele, mandando uma menina levar o nosso amiguinho para o mato para depois o matar”, contou Roney.
Sem arrependimento
Na delegacia de polícia de LEM o quarteto preso não demonstrou arrependimento pelo crime cometido. Disse que estava de alma lavada. primeiro por que a dupla matou uma criança inocente e segundo por proferirem ameaças contra eles e agiram antes que lhes fizessem alguma coisa.
Fuga
“Por não saber dirigir e não possuir veículo, nós fomos de ônibus. Na volta, a gente pediu para um senhor levar a gente a Luís Eduardo. Contamos pra ele o que havia acontecido. Ele ficou meio nervoso, mas resolveu dar carona pra nós desde que a gente botasse gasolina”, revelou Roney.
Image00005
Carro Roubado e Receptação 
O motorista do veículo era Sinval Teófilo, de 51 anos foi detido por dar fuga aos acusados. Para complicar a situação, o carro que ele dirigia era roubado.
Sinval contou na delegacia de polícia que havia comprado o veículo na mão de Ivanildo Souza Rocha, de 26 anos, e de outro homem de Brasília.
A CIPE/Cerrado prendeu  Ivanildo Souza, o qual contou o carro era de responsabilidade de um amigo que mora em Brasília.
Sinval e Teófilo também ficaram detidos e nesta segunda-feira, 17, deverão ser ouvidos pelo delegado Rivaldo Luz.
Transferência
Já o quarteto preso deverá ser transferido para o complexo policial de Barreiras.

www.fernandopop.com - Fonte: Sigi Vilares com adaptações do Alô Alô Salomão

Reações:

3 comentários:

Anônimo disse...

no fim todos todos si deram mal menos os assasinos olham a alegria srsr

Anônimo disse...

kkk a alegria deles e demais, não sou parente e nem tão pouco os conheço.mas se a justiça não faz o homem faz.não sou a favor da violência mas neste caso....

Anônimo disse...

Eles mereceram a morte pelo q fez era só uma criança, agora tem q pegá ps outros 2.:-Q