CLAUDIA LEITTE E IVETE SANGALO SOFREM COM A CRISE; SAFADÃO É ÚNICO QUE AUMENTA CACHÊ. VEJA OS VALORES

ivete_safadao_claudinha
A crise econômica do país atingiu as maiores estrelas da música no país. Com exceção de Wesley Safadão, que aumentou seu cachê de R$ 350 para R$ 500 mil, e de Luan Santana, que manteve-se cobrando R$ 300 mil, todos os grandes artistas tiveram que reduzir o que cobram por seus shows. Incluindo ai nomes como Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Thiaguinho, Anitta, Ludmilla e Jorge & Mathes (veja tabela abaixo).
O axé music foi, disparado, o ritmo musical mais afetado. Ivete Sangalo é a única que ainda consegue se sobressair em meio à crise na Bahia. E o sertanejo continua tendo os cachês mais altos do mercado e levando mais público aos shows. Como ninguém está podendo arriscar perder (mais) dinheiro, os artistas com cachês muito altos, como Jorge e Mateus, Henrique e Juliano e Wesley Safadão, pedem aos contratantes garantias de bilheteria ou participação nela.

IVETE SANGALO
400 mil (2014)  300 mil (2015)

CLAUDIA LEITTE
280 mil (2014) 150 mil (2015)

THIAGUINHO
150 mil (2014) 80 mil (2015)

ANITTA
100 mil (2014) 70 mil (2015)

LUDMILLA
80 mil (2014) 50 mil (2015)

JORGE E MATEUS
500 mil (2014) 400 mil (2015)

WESLEY SAFADÃO
350 mil (2014) 500 mil (2015)

LUAN SANTANA
300 mil (2014) 300 mil (2015)
Reações:

0 comentários: