PRESO MORRE APÓS ESPANCAMENTO NA CADEIA PÚBLICA DE BARREIRAS


Marcelo Batista Ribeiro, 37 anos, natural de Cotegipe/BA, foi severamente agredido por companheiros de cela, depois de desferir dois golpes de chuço contra as costas do detento Marcelo Jonatas Moreira Ribeiro, 30 anos, natural de São Paulo. Ambos foram encaminhados para o Hospital do Oeste por equipes do SAMU 192, mas Batista recebeu alta e foi reconduzido para o Complexo Policial do bairro Aratu, onde morreu na cela correcional neste domingo, 08.

Uma equipe de perícia do Departamento de Polícia Técnica removeu seu corpo para realização de exames no IML, assim que concluiu as investigações no local do óbito.

O detento que morreu estava preso desde setembro de 2014, após agredir as próprias irmãs Luana Batista Ribeiro e Bárbara Batista Ribeiro a golpes de faca, no interior da residência de sua família, em Cotegipe, oeste da Bahia. Bárbara morreu um dia depois da agressão no HO.

O comportamento agressivo e conturbado do homicida obrigou a coordenadoria regional de Barreiras, a fazer sua transferência para o Hospital de custódia e tratamento em Salvador, de onde retornou há poucos meses.




www.fernandopop.com - Fonte - Alô Alô Salomão
Reações:

0 comentários: