CRISTÓPOLIS: JUSTIÇA DECRETA PRISÃO PREVENTIVA DO ESPOSO DE AGENTE COMUNITÁRIA DE SAÚDE


O delegado Leonardo Almeida descartou a hipótese de crime de latrocínio propalada para a morte da agente comunitária de saúde Maria Helena dos Santos Sáttele, 38 anos e solicitou a prisão preventiva do principal suspeito do possível homicídio, o lavrador Gileno Souza Sáttele, 45 anos, esposo da vítima. O pedido do delegado já foi acatado pela Justiça da comarca de Cristópolis/BA.

De acordo com informações policiais, o acusado inventou a história de assalto em sua residência, onde os bandidos teriram assassinado Maria Helena, com tiro em um dos ouvidos e nas costas, na localidade de Riacho, naquele município. Em entrevista à imprensa de Barreiras, Gileno comoveu a muitos, quando falou aos prantos sobre a morte da esposa, fingindo profunda comoção e tristeza.

Familiares da vítima não acreditaram na versão contada por ele e pediram minuciosa investigação do crime. O mesmo passou a ser apontado como autor do assassinato, ao fugir logo depois do sepultamento da esposa. A partir de agora a polícia tenta localiza-lo.




www.fernandopop.com - Fonte - Alô Alô Salomão
Reações:

0 comentários: