LAPA: EXAMES NEGAM CONTAMINAÇÃO DE H1N1 EM MÉDICA E ADOLESCENTE

Lapa: Exames negam contaminação de H1N1 em médica e adolescente
Foto: Reprodução / Fala Barreiras

Os exames da médica cubana e da adolescente que foram internadas no Hospital do Oeste, em Barreiras, com suspeita de H1N1 deram negativo. As duas pacientes já tinham recebido alta da unidade. Tanto a médica Clara Fonseca, de 54 anos, como a adolescente foram encaminhadas de Bom Jesus da Lapa, onde residente, para Barreiras na terça-feira (26). Clara foi liberada na quinta-feira (28) e a garota, de 13 anos no sábado (30). O resultado que afasta a possibilidade de contaminação foi dado pelo Laboratório de Análises Clínicas (Lacen). Até agora, dez pessoas morreram vítima da gripe H1N1, como a médica cubana Clara Gonzáles, de 45 anos, que atuava no programa Mais Médicos em Bom Jesus da Lapa. Em todo o estado, foram registrados 45 casos da gripe H1N1. 
Reações:

0 comentários: