MULHER É ESTUPRADA DURANTE ASSALTO EM BARREIRAS


Está preso no Complexo Policial de Barreiras (BA), o barreirense Jamerson José de Souza, 23 anos, acusado ter assaltado duas mulheres na orla do cais da cidade baiana.

Jamerson, que teria agido em companhia de um tal ”Rogério”, está preso acusado de roubo, que inclusive ele assume ter participado. Entretanto ele nega ter participado do estupro contra uma das vítimas.

Na versão e confissão do próprio Jamerson, após abordarem as vítimas no cais, com elas dominadas dentro do veículo de uma delas, foram até um posto de combustível na avenida ACM, onde abasteceram o carro e compraram bebidas na loja de conveniência.

Jamerson declarou que em seguida foram para o Povoado Rio Branco, onde seu comparsa, dentro do veículo, estuprou uma das mulheres, enquanto ele e a outra vítima, esperaram do lado de fora.

O rapaz alega que seu comparsa, o tal ”Rogério”, fugiu do local levando apenas a vítima estuprada, abandonando ele e a outra vítima no Rio Branco.

Para retornar a cidade, Jamerson e a outra vítima, pegaram carona com um caminhoneiro, que os deixou em frente a rodoviária da cidade, onde policiais militares, durante abordagem de rotina, descobriram o que tinha acontecido.

De acordo com a mulher violentada, ela e o tal ”Rogério”, voltaram ao cais, onde ele a abandonou com seu carro.

O acusado confesso, alega que conheceu seu comparsa algumas horas, quando este o chamou para roubar um carro, e que por isso não sabe seu endereço.

Segundo o delegado da polícia civil, Francisco de Sá, Jamerson teve várias passagens pela policia, por roubos em Barreiras, inclusive não faz muito tempo teve preso seis meses em Brasília por causa do roubo de um celular.

As vítimas são duas mulheres de 25 e 31 anos, que foram amparadas por familiares, durante o tempo em que foram ouvidas. Eles incriminaram Jamerson pelo roubo, e o inocentam pelo estupro.

Com a descrição feita por elas, a polícia espera encontrar e prender o suposto ”Rogério”.

No Brasil, em média, 130 mulheres são estupradas por dia. Um dos casos mais absurdos, ocorreu recentemente no Rio de Janeiro, onde uma adolescente teria sido violentada por mais de 30 homens.






www.fernandopop.com - Fonte - Rb.am
Reações:

0 comentários: