TENSÃO EM ASSALTO NO BNB BARREIRAS

banco nordeste
O gerente administrativo do BNB de Barreiras foi sequestrado na noite desta segunda-feira (16/05) e a família feita refém. A intenção da quadrilha era assaltar a agência. Nesta terça-feira (17/05) pela manhã, o funcionário foi obrigado a entregar todo o dinheiro ao grupo. Só em seguida, ele e a família foram libertados.
O diretor da Federação da Bahia e Sergipe, Aderbal Batista Neves, acompanha o caso de perto. No local, trabalham cerca de 40 bancários. Há muito tempo o Sindicato da Bahia cobra dos bancos atenção à segurança dos empregados e clientes, mas a negligência continua e nenhuma medida de proteção é tomada.
As agências, sobretudo do interior, são inseguras. Por isso, o número de registros é bem maior do que em Salvador, 34 contra 6 na capital baiana, totalizando 40 em todo o Estado.
A Superintendência Regional do BNB informou que já está em contato com o funcionário vítima do sequestro, com a diretoria do banco, com a segurança corporativa e com o setor de gestão de pessoas. Embora tenha comunicado que uma assistente social presta orientação psicológica, a previsão é de que a psicóloga chegue nesta quarta-feira (18/05) na cidade para dar apoio aos trabalhadores.
A exigência é para que todos tenham acompanhamento, afinal a ocorrência abala todos que trabalham na unidade. O Sindicato da Bahia está de olho e vai cobrar medidas da instituição financeira. A proteção à vida dos funcionários e dos clientes tem de ser prioridade em todos os bancos. Não dá mais para suportar tanta insegurança.


www.fernandopop.com - Fonte: Bancários/Bahia.

Reações:

0 comentários: