LEM: POSTO DE SAÚDE LUIZ YOSHIO SHIRABE É SAQUEADO E CÂMERAS DE MONITORAMENTO NÃO FUNCIONAM

Porta arrombada fica de frente com o poste que tem uma das câmeras de monitoramento da CCO





Na madrugada de sábado, 19 o Posto de Saúde Luiz Yoshio Shirabe no bairro Cidade Universitária foi saqueado.

De acordo com informações colhidas no local, esta não é a primeira vez que isso acontece e a sensação é de total abandono.

"Estamos sem água, sem lanche, sem nada. Os pacientes estão com sede e nada foi feito até agora", informou a atendente do Posto.


Segundo as funcionárias, a porta do auditório do Posto foi arrombada e levaram: geladeira, fogão, botijão de gás, bebedouro, detergente, xícaras e, os computadores contendo o CGS - Controle Geral de Saúde e todos os arquivos do Cartão SUS. 


Vale lembrar que todo este sistema que está implantado nos computadores dos postos de saúde de Luis Eduardo Magalhães foi planejado, orçado e colocado pelo então ex secretário de Saúde Werther Brandão, candidato pela situação a eleição deste ano, em que desistiu de concorrer mediante sua baixa popularidade e a ineficiência na transferência de voto do atual prefeito Humberto Santa Cruz.

Local que ficava os computadores e curiosamente não levaram os medicamentos
O mais curioso é que a porta que foi arrombada fica de frente para o poste que está instalada uma das 680 câmeras de vigilância monitoradas 24 horas pela CCO - Centro de Controle e Operação - também implantadas pelo mesmo ex secretário Werther Brandão, na época nomeado por HSC a Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, passando o cargo para Marçal T. Murata quando foi candidato. Mas, infelizmente, de acordo com as próprias funcionárias do Posto de Saúde, a câmera que poderia monitorar a ação dos bandidos nunca esteve ligada, portanto, não há imagens para serem colhidas. Em Abril passado, o mesmo posto foi saqueado e desde então, todos os funcionários descobriram que as câmeras não funcionavam.


Questionados sobre os vigilantes ou guardas, foi nos dito que desde Maio não há guarda, vigilante ou segurança no Posto.  

Nesta matéria feita em vídeo - https://www.youtube.com/watch?v=uarXicGHHoY - o atual Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação - Marçal T. Murata, esclarece que a tecnologia utilizada em Luis Eduardo Magalhães nunca foi usada em cidade nenhuma do Brasil. Assegura que é possível que os policiais militares acessem de dentro da viatura qualquer uma das 680 câmeras instaladas nos postes da cidade. Passou a informação que em um ano, nenhum furto foi registrado com prejuízo ao patrimônio. Fica um questionamento então:
Se esse mesmo posto foi saqueado em Abril, então não foi feito o registro? Se as 680 câmeras funcionam e existe a integração entre a polícia militar e a CCO, por que não há imagens de monitoramento do ocorrido? Onde estão os vigilantes, guardas municipais que são responsáveis por defender o patrimônio público? 

"Luis Eduardo Magalhães está sendo saqueada e nada é feito. Foram gastos milhões do dinheiro público e nem um guarda colocam na porta", falou uma paciente que estava esperando atendimento há mais de 3 horas.

Na madrugada desta segunda-feira, 21, outro posto no Mimoso 3 foi saqueado, e pasmem, não há registro algum no CCO de acordo com a atendente deste. Segundo ela, os computadores foram levados. 

O ex secretário de Saúde, Werther Brandão foi procurado por nossa produção, porém os últimos 6 números de telefone dele estão desligados e de acordo com uma pessoa muito ligada a ele, desde a eleição, ninguém tem notícia de onde encontrá-lo. O atual secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marçal T. Murata foi procurado também para dar alguns esclarecimentos, porém, não pôde nos atender e até o fechamento desta matéria não houve o retorno.

www.fernandopop.com - Texto e fotos: Amanda Garcia
Reações:

0 comentários: