BARREIRAS: VEREADORES QUEREM DIMINUIR SALÁRIOS DO PREFEITO E DA VICE. DECISÃO PODE SER NA PRÓXIMA SEMANA


Os vereadores de Barreiras em uma decisão tomada de acordo com o contexto atual do País, resolveram diminuir os salários do prefeito, da vice-prefeita e até deles mesmos. A proposta foi a plenário nesta terça-feira, 14, e só não foi votada por ter sido pedida a suspensão da sessão por um edil o que foi imediatamente acatado pelo presidente da Câmara, Carlos Tito.

A sessão foi tumultuada com a vereadora e vice-prefeita eleita Karlúcia Macêdo protagonizando um embate com Carlos Tito. Karlúcia fez várias denúncias e Tito respondeu no mesmo tom. O vereador Alcione Rodrigues saiu em defesa de Karlúcia e o bate boca tomou enormes proporções com acusações de parte a parte. De forma orquestrada - parecendo ter sido contratada por alguém - a platéia berrava insultos.

Não se sabe por qual motivo se chegou a esse ponto uma vez que era fácil e simples aprovar a diminuição dos salários do prefeito e da vice e os edis ainda seriam elogiados pela população por ter agido em consonância com os tempos de crise que estamos vivendo.

No meio dos gritos e da exasperação de parte a parte, se sobressaiu a lucidez do vereador Gilson Rodrigues, que, com o regimento na mão, pediu por reiteradas vezes que o projeto fosse votado imediatamente. O presidente da Casa, atendendo a um pedido de vereador Eurico e alegando questões regimentais e ainda se referindo a uma orientação feita pelo Ministério Público - optou por não votar e encerrou a sessão.

A aprovação do projeto que diminui os salários atende aos interesses da população e seria de bom alvitre que o presidente convocasse uma sessão extraordinária para que o projeto fosse aprovado na próxima terça-feira. Todos sairiam ganhando e o povo aplaudiriam a decisão. 

Vamos aguardar para ver o que vai ser feito.




www.fernandopop.com - Fonte  - Roberto de Sena Mural do Oeste
Reações:

0 comentários: