OZIEL COMEÇA A RECUPERAR A SEGURANÇA PÚBLICA DE LUÍS EDUARDO MAGALHÃES

O prefeito eleito de Luís Eduardo Magalhães, Oziel Oliveira, recebeu ontem (12) em seu escritório, os novos membros da equipe que irá fortalecer a segurança pública de Luís Eduardo.

A chegada dos novos policias é fruto da articulação de Oziel que foi pessoalmente à Salvador solicitar junto ao governador do Estado da Bahia, reforços importantes para resolver um dos mais graves problemas do município – a segurança pública.

Na reunião de acolhimento e planejamento dos trabalhos futuros, estavam presentes além do prefeito eleito Oziel Oliveira e de parte da equipe de transição, Anderson Lima Santos e Bruno Barros – investigadores; Luís Fernando da Mata Ramos – escrivão; Dr. Rivaldo Luz – Coordenador Regional de Polícia; Dr. Leonardo Mendes Júnior – Delegado titular da delegacia de Luís Eduardo Magalhães e Dr. Joaquim Rodrigues – Delegado adjunto.



“Como foi dito na campanha eleitoral, o problema da segurança pública começaria a ser resolvido na primeira hora do nosso governo. Como sabemos dos inúmeros desafios que vamos encontrar na prefeitura, começamos a trabalhar pela segurança antes mesmo de assumir o executivo municipal. Nossa gente merece ter tranquilidade para ir e vir ou simplesmente para trabalhar ou ficar em casa, e isso não está acontecendo. Então buscamos e conseguimos reforços com o governador que já estão em nossa cidade e vem muito mais por aí. Em breve voltaremos a ter paz para voltar a crescer e prosperar.” Declarou Oziel Oliveira.

Ouvindo as pessoas nas ruas e observando os comentários nas redes sociais é possível resumir em uma palavra o sentimento coletivo dos luiseduardenses para 2017, com a chegada de Oziel na prefeitura: ESPERANÇA.

Observando o empenho com o qual Oziel vem tocando os trabalhos de transição e sua intrepidez no trato com os enormes desafios que se apresentam em todos os setores podemos afirmar que Luís Eduardo está realmente começando a entrar nos trilhos e terá a partir do próximo ano, uma nova história.


Reações:

0 comentários: