POR CONTA DE DECRETO DE EMERGÊNCIA EM BARREIRAS, SÓ SERÁ POSSÍVEL REALIZAR CARNAVAL CULTURAL

O prefeito eleito Zito Barbosa, reuniu a imprensa no final da tarde desta quinta-feira, 22, no auditório do Hotel Morubixaba e ao lado dos representantes de blocos, informou que por conta de um decreto de emergência da atual administração só será possível realizar o carnaval cultural que tradicional acontece no Centro Histórico. O carnaval da avenida fica cancelado. 

Segundo o prefeito eleito esta é a determinação do Ministério Público e do Tribunal de Contas. Todas as atividades festivas que tenham que ser bancadas pelo erário público não poderão ser realizadas enquanto o decreto estiver em vigência. Zito disse que já foi formada uma comissão que trabalhará pela realização de um grande carnaval em 2018.

O advogado Túlio Viana que será Procurador Geral do Município ratificou as palavras de Zito Barbosa e disse que o prefeito enfrentaria problemas na esfera jurídica se realizasse o carnaval. Ele reafirmou que todas as providências estão sendo tomadas para que Barreiras realize o melhor carnaval do interior da Bahia em 2018

BLOCOS DIZEM QUE ESTA FOI A MELHOR DECISÃO

Os representantes de blocos participaram da reunião e também concordaram com a realização apenas do carnaval cultural, sendo que, alguns deles já se colocaram a disposição para participar deste formato da folia momesca. A partir de agora a nova gestão deverá periodicamente, através da comissão discutir as atividades dos blocos durante o ano e. paralelamente, preparar o carnaval para o segundo ano do mandato do novo prefeito.



www.fernandopop.com - Fonte: Mural do Oeste
Reações:

0 comentários: