ASSASSINATO DE MILITAR BOMBEIRO CHOCA A CORPORAÇÃO NO OESTE DA BAHIA

ademon
O militar bombeiro Ademon Gomes de Santana, de 46 anos, foi alvejado na altura do peito, provavelmente com um tiro de espingarda calibre 12, na noite desta segunda-feira, 09, na Praça Sabino Dourado, bairro Barreirinhas, em Barreiras/BA, quando parou seu Fiat/Uno para dar assistência ao motorista de outro veículo da mesma marca e modelo, que colidiu contra um poste de alta tensão, depois de ser atingido com um tiro efetuado pelo motorista de um veículo de cor prata.
ademom-02
ademom-01
Depois de baleado, o bombeiro atravessou a Praça em busca de socorro, mas teve morte imediata. Os tiros provocaram duas perfurações no vidro traseiro do lado direito do seus veículo. O outro automóvel está com várias marcas de sangue.
ademom-04
ademom-06
Informações policiais dão conta que Ademon desceu do carro para socorrer a vítima, imaginando que fosse apenas um acidente. O alvo do criminoso era o operário Josemar da Silva, de 41 anos, conhecido popularmente por “Mazinho”, que estava ao lado de sua esposa, quando sofreu a tentativa de homicídio. Ele foi atingido com um tiro de raspão e não corre risco de morte, mas permanece no setor de observação do Hospital do Oeste.
ademom-10
O delegado Francisco Carlos de Sá instaurou inquérito para investigar o caso. Ele esteve no HO colhendo informações com “Mazinho” e sua esposa, a qual foi encaminhada para o complexo policial do bairro Aratu para prestar depoimento. Há expectativas de que o crime seja elucidado nas próximas horas. A polícia evita divulgar algumas informações para não atrapalhar as investigações.
ademom-03
Em entrevista a nossa reportagem no local do crime, companheiros de profissão de Ademon, consternados, declararam que ele deu grande exemplo de profissionalismo e dignidade durante sua trajetória no batalhão da Polícia Militar e no corpo de Bombeiros, uma vez que, prestou relevantes serviços a sociedade barreirense como soldado e morreu por defender a vida.  Deixou sua esposa nos últimos meses de gestação e estava muito feliz, aguardando a chegada do primeiro filho.
Segundo o pastor evangélico Hebert Batista, o militar era membro da igreja Assembléia de Deus, localizada na Rua XV de novembro, bairro Sandra Regina. “Congregava comigo há dois anos, mas ele já era batizado quando cheguei na igreja”, comentou.
O corpo dele foi encaminhado para o IML regional do bairro Aratu, onde será submetido ao exame de necropsia.
ademom-09


www.fernandopop.com - Fonte - Alô Alô Salomão
Reações:

0 comentários: