NÃO ERA DE BARREIRAS ASSALTANTE MORTO EM BOM JESUS DA LAPA


Não era de Barreiras um dos assaltantes mortos em confronto com a Polícia Militar de Bom Jesus da Lapa após uma tentativa de assalto as agências bancárias da Capital Baiana da Fé. Trata-se Marcelo Alves de França, o Célio de Laurita, de 38 anos, que usava identidade falsa e seria natural de Cabrobó, no interior de Pernambuco. Ao ser morto Marcelo portava uma identidade falsa com o nome de outra pessoa natural de Barreiras. Após investigação a polícia chegou a sua identidade verdadeira.


De acordo com a polícia Marcelo fazia parte de uma quadrilha que assaltava bancos em várias cidades do Nordeste. No domingo, 22 de janeiro, o bando formado por mais de 30 homens fortemente armados, invadiu a cidade de Bom Jesus da Lapa e tentou assaltar várias agências bancárias. O clima foi de terror com disparos sendo feitos para todos os lados e com uma parte da cidade tendo o fornecimento de energia cortado pela quadrilha. Além de Marcelo Alves de França um outro homem do bando foi encontrado morto em Juazeiro. José Edgar Gundim, de 40 anos, mais conhecido como Edgar de Nó. A policia acredita que ele tenha sido ferido em Bom Jesus da Lapa mas o corpo foi deixado pela quadrilha em Juazeiro.

Os bandidos mataram dois policiais em Bom Jesus da Lapa: Gilberto Lemos Silva e Everton Oliveira de Santana e deixaram um terceiro ferido, o soldado Jose Cardoso Pereira, 40 anos, que foi transferido para Salvador onde permanece hospitalizado.
Reações:

0 comentários: