OESTE BAIANO É ASSUNTO DA ‘FOLHA’ POR PIOR ESTRADA DO BRASIL

pior-estrada-rodovia-ba-460
O oeste baiano foi assunto da capa do jornal de maior circulação no Brasil, a Folha de São Paulo, neste domingo, 08 de janeiro. O motivo: a pior estrada do Brasil.
A notícia trata da rodovia BA-460, que liga Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, a Natividade, no estado do Tocantins. Um trecho de 262 quilômetros de extensão, incluído entre os 109 principais corredores de tráfego no país, segundo pesquisa anual da CNT (Confederação Nacional dos Transportes).
Descrita como “Velha, perigosa, sem sinalização, com curvas fechadas, pontes estreitas e com buracos e ondulações em quantidade significativa”, a via contribui para o desperdício anual de R$ 2,3 bilhões nas estradas brasileiras. E incrementa os números de acidentes de trânsito, que geram 44 mil mortes anuais. Em 2014 foram 110 acidentes, com 12 mortes na BA-460.
Segundo a CNT, o custo estimado para recuperar esse trecho percorrido pela reportagem é de R$ 187 milhões.
Na região há outros trechos em estado crítico, como conta um usuário das redes sociais: “Se esta (BA-460) é a pior estrada do Brasil, comprova-se que as mesmas melhoraram e muito desde 2003. Mas o trecho São Félix do Coribe-Jaborandi é pelo menos dez vezes pior, ou, Sitio do Mato até a BR-242, para nos limitarmos aqui no oeste”, disse.


www.fernandopop.com - Fonte -ZDA
Reações:

0 comentários: