OZIEL OLIVEIRA E ZITO BARBOSA DERRUBAM JOÃO LEÃO E ELEGEM O DEM NA UMOB



Na votação para presidência da UMOB na tarde deste terça-feira, 17, ficou explícita a decadência do vice governador João Leão e a perda do poder de manipulação política quando sua candidata Fernanda foi derrotada.

Acompanhamos as articulações do vice governador com interferências diretas com vários prefeitos do Oeste para fazer a presidência da UMOB, porém, não contava com a força da união de Zito Barbosa e Oziel Oliveira. Os dois lideraram o movimento contra João Leão e elegeram Miguel Crisóstomo (DEM), prefeito de Riachão das Neves.

Terence Lessa, Prefeito de Ibotirama que era cabeça em uma das chapas, em conjunto com Oziel e Zito abriu mão de sua candidatura para a união e bem da coletividade.
Logo, formou-se dois grupos: o primeiro com Oziel, (Luis Eduardo Magalhães), Zito (Barreiras), Terence Lessa (Ibotirama) e Miguel (Riachão das Neves) e o outro com Fernanda (Wanderley), Termosíres (Formosa do Rio Preto), Zé Carlos (São Desidério) e Márcia Sá Teles (Cotegipe).

O clima foi tenso e muitas articulações foram feitas no momento da votação e mais uma vez João Leão provou que o PP enquanto partido e ele enquanto vice governador, perderam força no cenário político da Bahia.

Dois prefeitos que tem se destacado por características peculiares no Oeste roubaram a cena na votação da UMOB. 

Oziel Oliveira - PDT, depois de ganhar as eleições de Luis Eduardo Magalhães onde venceu os três candidatos que se uniram e o ex prefeito Humberto Santa Cruz- PP, atestou mais uma vez que o poder não está na quantidade e sim na articulação e na intenção de fazer o melhor, ontem, rapidamente formou um grupo que venceu, sem grandes pormenores, a maioria.

"A associação existe para trabalhar a unidade dos municípios, o benefício comum do povo do oeste, sendo que a interferência do vice governador pregava apenas o fortalecimento do grupo dele. A chapa aprovada é equânime em força política", falou Oziel Oliveira. 


Terence Lessa, reeleito Prefeito de Ibotirama, provou sua humildade e seu interesse em agregar, abrindo mão de sua candidatura à presidência da UMOB e apoiando Miguel Crisóstomos.

Foto: Mural do Oeste

Depois de longo tempo em que o império do Partido Progressista reinou pelo Oeste baiano, seguramente é possível afirmar que este já se encontra em ruínas. Desde o vice governador da Bahia, João Leão citado na Lava Jato, passando por Humberto Santa Cruz que permitia uma verdadeira fábrica de cheques dentro da prefeitura de Luis Eduardo Magalhães até o menor cisco de sua linhagem PP, como o prefeito de Muquém do São Francisco que segundo denúncias no Ministério Público Federal, é conivente com cartéis e empresas fantasmas atuando ativamente no município.



Humberto Santa Cruz recebendo João Leão e Mário Negromonte na Fazenda Agronol - Ambos citados no Lava Jato

Na ocasião, Márcio Mariano comemorando juntamente com João Leão - citado no Lava Jato
 Por onde passa, o vice governador tem feito discípulos e o que os tornam pessoas em comum é o "modus operandi" na atuação dentro do cenário político.

www.fernandopop.com - Texto e fotos: Fernando Pop
Reações:

0 comentários: