UPB AS DUAS CHAPAS COM PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO PODERÁ SER DECIDIDA NA JUSTIÇA


A eleição para a presidência da (UPB -   União das Prefeituras da Bahia), biênio 2017-2018, marcada para o dia 25/01, entrou em rota de colisão, está paralisada por pedido simultâneo de impugnação das duas chapas, o que poderá ser decidida pelo Tribunal de Justiça.
 
A Chapa “Juntos Somos Mais Fortes” encabeçada pelo prefeito reeleito de Bom Jesus da Lapa Eures Ribeiro(PSD), foi registrada na comissão eleitoral no dia (10/01), para concorrer a eleição da (UPB), o prefeito, Eures Ribeiro, pediu a impugnação da candidatura do seu adversário, Luciano Pinheiro (PDT), na disputa pela presidência da (UPB), disse ter encontrado várias irregularidades na inscrição do pedetista. ”Encontramos assinaturas repetidas, assinaturas que não conferem com a ficha da UPB, nomes repetidos”. 

Composição da chapa: Candidato a primeiro vice-presidente da instituição Giuliano de Andrade Martinelli, prefeito de Jaguaquara; Antônio Carvalho da Silva Neto, prefeito de Araci (vice-presidente administrativo); Rogério dos Santos Costa, prefeito de Santo Estevão (1º secretário); Marcus Paulo Alcântara Bonfim, prefeito de Juazeiro (2º secretário); Marcos Aurélio dos Santos Cardoso, prefeito de Santana (1º tesoureiro); e José Henrique Silva Tigre, prefeito de Belo Campo (2º tesoureiro). 
 
A chapa “Por Um Municipalismo Mais Democrático e Forte”, encabeçada pelo prefeito de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro(PDT), foi registrada na comissão eleitoral também no dia (10/01) ele disse que, Eures, não teria subscrito na chapa 10% dos prefeitos apoiadores, dentro do prazo, somente teria anexado as 18:00, Junior um dos colaboradores da campanha de Luciano disse na festa do Bonfim que se a comissão eleitoral, não cumprir resolução poderá levar o caso, ao Tribunal de Justiça, com pedido de liminar, falou que Luciano tem o apoio de ACM-Neto. composição da chapa; Zito Barbosa, prefeito de Barreiras (vice-presidente institucional); Leandro Luiz Ramos Santos, prefeito de Igrapiúna (vice-presidente administrativo); Edval Luz Silva, prefeito de Abaíra (1º secretário); Adriano Silva Lima, prefeito de Serrinha (2º secretário); Hipólito Rodrigues Silva Gomes, prefeito de São Gabriel (1º tesoureiro); e João Hebert Araújo da Silva, prefeito de Várzea Nova (2º tesoureiro).
 
Em entrevista ao Jornal Lapa Livre, nesta terça-feira(17/01), na sede da (UPB), um dos colaboradores, da campanha de Eures, Ari Carlos, disse que o pedido de impugnação contra a chapa de Eures, não teria procedência, pois segundo ele, a chapa foi registrada dentro do prazo e com toda documentação completa, que o adversário, Luciano não teria verificado toda documentação subscrita na mesa da comissão eleitoral, e que se o caso for para a justiça não ver problemas quanto a legalidade da chapa, disse que Eures tem o apoio do govenador Rui Costa. 
 
O prazo para o julgamento das impugnações seria de acordo com a resolução eleitoral dia (16/01), podendo ser dilatada. A comissão eleitoral publicou despacho no dia (16/01) dilatando o prazo de julgamento para o dia (20/01), alegando pouco tempo para apreciação dos pedidos impugnação.
 
A eleição está marcada para o dia 25/01/2017, das 09:00 às 17:00 horas, no Auditório Lomanto Júnior, na sede da entidade, na Av. Luís Viana Filho, nº 320, 3ª Avenida, CAB, Salvador, Bahia. 
Reações:

0 comentários: