DOCUMENTÁRIO PRODUZIDO EM LEM GANHA DOIS PRÊMIOS EM FESTIVAL DE CINEMA NA PARAÍBA

Anton Roos
O filme Latossolo, totalmente produzido e rodado em Luís Eduardo Magalhães no ano de 2016, ganhou os prêmios de melhor documentário e melhor roteiro de documentário no II Cine Paraíso, Festival de Cinema de Juripiranga na Paraíba, realizado entre os dias 09 e 12 de fevereiro. Esta foi apenas a segunda exibição oficial do filme e primeira participando de uma mostra competitiva.
Na mostra competitiva, Latossolo concorreu com filmes produzidos em estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Espirito Santo e Paraná. “Foi ótimo participar do festival, que tem uma característica de ser no interior e poder dialogar de perto com a população da cidade”, observa Michel Santos, diretor do filme e estudante de cinema na UFRB (Universidade Federal do Recôncavo Baiano).
Michel diz ainda que o resultado surpreendeu. “Na primeira exibição, na Mostra Audiovisual da 10ª Bienal da UNE, em Fortaleza/CE em janeiro, o filme obteve ótima recepção sendo muito aplaudido pelo público presente e agora, logo em sua primeira mostra competitiva, dois prêmios. Estou muito feliz, muito feliz mesmo”, comenta, destacando que que o filme já está inscrito em outros festivais de cinema país afora e no momento aguarda o resultado das seletivas.
Latossolo retrata as transformações de uma cidade em franco crescimento, e a relação homem e meio ambiente com o despontar do agronegócio.
Reações:

0 comentários: