PRÉDIO DO PONTO CIDADÃO EM LUÍS EDUARDO PERMANECE INTERDITADO ATÉ SEGUNDA: SEGURANÇA DE SERVIDORES E USUÁRIOS EM PRIMEIRO LUGAR

A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, por meio da sua Assessoria de Comunicação, esclarece que o bloco do prédio administrativo, no qual funcionam o Ponto Cidadão, SINE, RETRAN, PROCON, as Secretarias de Indústria e Comércio, Ação Social e Agricultura foi interditado temporariamente em razão da constatação de danos estruturais.  

Ontem (14), um engenheiro civil da prefeitura realizou uma vistoria na área danificada e emitiu laudo técnico com algumas observações, dentre elas: existência de fissuras sobre a laje e alvenarias de vedações, afetando o revestimento cerâmico, depressões sobre a calçada do galpão nas proximidades das fossas sépticas, desprendimentos de algumas paredes da estrutura pré-moldada. Dessa forma, como medida preventiva, recomendou isolar a parte do imóvel afetada até que sejam executados todos os reparos sinalizados.  

O ato de interdição se justifica, portanto, da necessidade de evitar a ocorrência de possíveis acidentes e assegurar a proteção da vida e da saúde dos servidores públicos e usuários do prédio. 
Curiosamente, o prédio/galpão que abriga os órgãos citados acima, não possui alvará de construção ou habite-se – licenças exigidas pela prefeitura para que qualquer empresa possa se instalar na cidade. A descoberta lembra o velho ditado popular: CASA DE FERREIRO, ESPETO DE PAU.

Os reparos já estão sendo realizados e após a sua finalização, prevista para a próxima segunda-feira (20), os serviços prestados naquele espaço voltarão a funcionar normalmente. Hoje foram aterradas as fossas sépticas e o esgoto foi ligado à rede de saneamento da EMBASA. Diversos vazamentos de água foram identificados e contidos.



www.fernandopop.com - Fonte - Ascom/LEM
Reações:

0 comentários: