FILHO DO VICE-GOVERNADOR, CACÁ LEÃO VOTOU PELA TERCEIRIZAÇÃO E SOFRE CRÍTICAS NAS REDES SOCIAIS

Cacá aprovou proposta do Governo Temer. Foto: Divulgação
O deputado federal Cacá Leão (PP), filho do vice-governador e secretário de Planejamento da Bahia, João Leão (PP), passou a receber uma chuva de críticas nas redes sociais por ter votado pela aprovação, em sessão da Câmara Federal do último dia (22), da proposta que regulamenta a terceirização e o trabalho temporário no País. Na lista da Câmara, consta o voto de Cacá em favor da terceirização, proposta pelo Governo Temer, com apoio do Partido Progressista e de outras legendas partidárias, a exemplo do Democratas. Os parlamentares baianos que votaram favoráveis ao projeto de Lei passaram a ser alvo de apupos na Bahia. Um vídeo que circula na rede social mostra o deputado federal João Bacelar (PR) sendo vaiado na sexta-feira (24), durante visita do governador Rui Costa (PT) na cidade de Riachão do Jacuípe, por ter sido favorável. Centenas de manifestantes, mobilizados pela APLB Sindicato, portavam faixas e gritavam palavras de ordem na Praça Matriz, enquanto Bacelar tentava discursar. As vaias não eram direcionadas a Rui, mas o chefe do Executivo baiano ficou sm situação desconfortável, sem saber onde enfiar a cara. Votado na cidade, Cacá também foi alvo de manifestação, sendo citado pelo grupo, mesmo não estando presente. Em Círo Dantas, no sábado (25), quando acompanhava o governador, o deputado Mário Negromonte Jr. também foi vaiado. Quanto ao filho do vice-governador, não é a primeira vez que o político frustra seus aliados. Em 2016, no processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff (PT), ele se absteve na votação.
Reações:

0 comentários: