MISSÃO DO ARICOBÉ: ASSALTANTE MORRE EM OPERAÇÃO DE RESGATE A CARRO ROUBADO


Diego Luiz da Silva dos Santos, 19 anos, vulgo “Galego” foi morto em confronto com policiais da 84ª CIPM e RONDESP, por volta das 06h 00 da manhã deste domingo (12), na fazenda Serra Branca, perto da barragem do Distrito de Missão do Aricobé, município de Angical/BA, onde o mesmo se encontrava refugiado, após roubar um veículo Nissan/Frontier, placa OUQ 4958, no município de Luis Eduardo Magalhães, em companhia de sua amasiada Daniela Santos Almeida, 23 anos, além de E.V.M., 17 anos e a menor J.A.B., de 16 anos.

Assim que receberam informações sobre a localização do veículo, policiais do 5º Pelotão do PETO foram acionados e saíram em diligência até a fazenda Jenipapo, de onde conseguiram chegar até ao local (Serra Branca), por volta das 02h 00 da madrugada, com a ajuda do lavrador Humberto Vinicius Vieira, tio de um dos acusados, dono da propriedade onde os suspeitos estavam escondidos. ”Eu tinha visto o carro com eles, mas não sabia que era roubado. Daniela disse que o veículo era do pai dela”, comentou.

Humberto declarou que seu sobrinho pediu a chave da casa da fazenda na sexta-feira, aproximadamente as 07h 00 da manhã, onde comentou a intenção de ficar hospedado por pelo menos dez dias, com a companheira de convívio e o casal de amigos. Ressaltou que eles também estavam com uma moto Biz de cor azul, placa JQE 1463 de Cristópolis/BA, um revólver 38, outro 32 e uma pistola 9mm.

CONFRONTO COM A POLÍCIA

Os policiais alegaram que a primeira troca de tiros aconteceu quando uma das viaturas chegou à fazenda Serra Branca. Neste momento, Diego, Daniela e E.V.M. correram atirando e entraram em um matagal. Os policiais localizaram a caminhonete roubada, além do filho do lavrador, o menor L.A.V., 17 anos e a garota J.A.B., 16 anos, em um dos quartos da residência. “Meu filho foi até lá molhar umas plantas e infelizmente resolveu dormir com eles, mas nunca andou envolvido com malandragem”, observou em entrevista.

Os policiais pediram apoio da RONDESP/Oeste, que fez ronda ao redor do matagal até ao amanhecer, com a finalidade de evitar a fuga dos indivíduos. Por volta das 06h 00, à guarnição reiniciou as buscas, momento em que Diego foi alvejado ao recepcionar os policiais a tiros. O mesmo portava um revólver calibre 32, marca Taurus.

O SAMU ainda o examinou, mas apenas para constatar o óbito. A polícia científica realizou perícia no local do fato e encaminhou o corpo para o IML regional de Barreiras.

De acordo com a Polícia Civil de Barreiras, Diego já esteve preso no complexo policial do bairro Aratu, por roubo de motocicleta e tráfico de drogas.

E.V.M foi encontrado na residência de sua tia de nome não revelado, em companhia de Daniela, porém sem a suposta arma usada na troca de tiros.

Os veículos, a arma e os quatro suspeitos foram apresentados no Plantão Central do complexo policial do bairro Aratu em Barreiras/BA. O delegado plantonista Rui Pinheirão deve lavrar o auto de resistência e adotar outras providências que o caso requer.  



Reações:

0 comentários: