SUSPEITO DE ATAQUE A BANCO EM IRECÊ MORRE EM CONFRONTO COM PM NA BA

 Um homem suspeito de ter participado do ataque a uma agência bancária na cidade de Irecê, no norte da Bahia, na segunda-feira (20), morreu durante uma troca de tiros com policiais militares na manhã desta terça-feira (21), no município baiano de João Dourado, que fica na mesma região.

De acordo com informações da Polícia Militar, o suspeito reagiu ao ser abordado por agentes da Companhia de Ações Especiais do Semiárido (Caesa) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), que realizavam rondas na cidade, após denúncias.

Segundo a PM, o homem atirou na direção dos policiais, que revidaram. Ele chegou a ser socorrido pelos policiais militares e foi levado para o Hospital Regional de Irecê, mas não resistiu aos ferimentos. Com o suspeito, foram apreendidos um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12.

Conforme a Polícia Civil, equipes continuam na região norte à procura de outros integrantes da quadrilha. Até o fechamento desta reportagem, nenhum outro suspeito havia sido preso. O caso segue sob investigação.

Crime
De acordo com o delegado Roberto Leal, titular da Delegacia de Irecê, cerca de 30 homens fortemente armados invadiram a cidade e explodiram uma agência bancária,  na madrugada da segunda-feira.

Uma parte cercou o banco e ruas próximas, enquanto outros grupos foram para a delegacia e batalhão da PM. Os criminosos atiraram para cima para afastar a polícia.

Segundo a polícia, a ação durou cerca de 20 minutos e os bandidos usaram grande quantidade de explosivos. Imagens resgistradas por moradores da cidade, que foram acordados com o barulho da explosão e dos tiros, mostram a ação dos criminosos e também de policiais no local.

Conforme a polícia, após o crime, os suspeitos roubaram um veículo na cidade para fugir. Eles ainda incendiaram um outro automóvel em uma estrada de acesso ao município de Canarana, e deixaram "miguelitos" [espécie de cruz formada por pregos] em estradas no entorno da cidade de Irecê, para facilitar a fuga. Um suspeito chegou a ser baleado, mas conseguiu fugir.

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) informou que um dos veículos utilizados pelos bandidos que participaram do crime foi localizado pela polícia, ainda durante a manhã da segunda-feira. Dentro da caminhonete, havia explosivos, máscaras, carregadores e fuzis.

Segundo informações da SSP, a polícia acredita que a quadrilha é a mesma que, recentemente, teve fuzis apreendidos, e uma roça de maconha queimada, na cidade de Cafarnaum. O grupo teria realizado o ataque para levantar recursos para novo crimes.  


 

Reações:

0 comentários: