DEPOIS DE QUATRO DIAS DE FESTA, PREFEITURA DE BARREIRAS COMEMORA REALIZAÇÃO DO MAIOR SÃO JOÃO DO OESTE BAIANO






Com aceitação espetacular do público que optou por festejar o São João em Barreiras, o Arraiá do Parque se destacou no cenário regional como a maior festa típica do oeste baiano. Com duração de quatro dias, todas as expectativas de comerciantes e comissão organizadora foram superadas, já garantindo a realização do evento em 2018.

Nos espaços de alimentação, os barraqueiros comemoraram o sucesso de vendas de lanches, bebidas e comidas típicas. “Eu gostei muito da festa, não tenho do que reclamar, o movimento foi muito bom, chegou a faltar comida para vender. Eu só posso agradecer e desejo voltar ano que vem”, comentou Irailde de Almeida, que montou uma barraca de lanches.

Na Vila do São João, famílias aproveitaram para tirar fotos no cenário montado especialmente para resgatar a história local. “Tá tudo muito lindo, perfeito, minha mãe me disse que lembra muito Barreiras de antigamente, meus filhos amaram a casa de taipa”, disse a comerciante Carolina de Oliveira.

Durante a final do concurso regional de quadrilhas, o presidente da União de Quadrilhas Juninas do Oeste da Bahia - Uniqjob anunciou a continuidade da parceria com a Prefeitura de Barreiras. O objetivo é incentivar e manter a tradição viva junto à comunidade.

“Assinamos um convênio financeiro com a prefeitura e as quadrilhas juninas de Barreiras, este gesto demonstra o comprometimento da gestão com a cultura e as tradições populares, não temos nem palavras para agradecer, a intenção é fortalecer os grupos juninos e incentivar os novos que estão surgindo” destacou Hudson Alves.

De 22 a 25 de junho, cerca de 120 mil pessoas prestigiaram o Arraiá do Parque ao som de bandas de forró em shows inteiramente gratuitos. Na última noite, Zezo e Alcymar Monteiro lotaram a área de shows com fãs de todas as idades, a festa seguiu pela madrugada de segunda-feira, 26, contou ainda com Alcenor Ramos e Coração do Brasil, comprovando a animação dos forrozeiros de plantão.   




Reações:

0 comentários: