MUQUÉM DO SÃO FRANCISCO – CONTRATADO SEM CONTRATO?




Nos anos de 2014, 2015 e 2016 o prefeito de Muquém do São Francisco, Marcio Mariano gastou quase R$800.000,00 em aluguel de carro e lavagem de veículos. Isso não seria nada absurdo se a empresa contratada não fosse um simples lava jato localizado no centro de Ibotirama. Não seria uma verdadeira barbárie se no site oficial de transparência pública estivesse o contrato para lavagem de veículo, o que não acontece, e sim, o mesmo contrato de locação. Foi constatado que o Poder Executivo incide em ilegalidade ao não dar efetividade ao princípio da publicidade, deixando de divulgar em página da internet informações sobre a gestão pública, execução orçamentária e financeira.
                                   
O município de Muquém do São Francisco ficou nacionalmente conhecido nos últimos 4 anos pelas atrocidades administrativas que o gestor tem cometido. Na região Oeste é um dos mais mencionados nos meios de comunicação e através de denúncias, essa redação procurou saber mais sobre os mandos e desmandos que assolam a cidade.
O prefeito Marcio Mariano é réu em vários processos que denunciam improbidade, inclusive de farra com diárias que recebeu e nem saiu do município. No ano passado, uma ação popular foi ajuizada na Justiça Federal sob o número 2803-14.2016.4.01.3303 em que o prefeito foi denunciado de que estaria superfaturando os pagamentos de transporte público escolar.
De acordo com a ação popular, entre 2014 e 2016, o prefeito já havia gasto a bagatela de mais de R$3.500.000,00 (TRÊS MILHÕES E QUINHENTOS REAIS) com transporte público escolar. Pagamentos destinados à Status Consultoria e Assessoria Administrativa e Contábil EIRELI – EPP.
O caso que é tratado nesta matéria não fica muito distante deste acima, não em valores, mas na intenção, uma vez que notadamente o estabelecimento “lava jato” não tem condições físicas alguma para arrecadar tais valores. Além dos valores altos, é de suma importância que o prefeito atenda a lei que o obriga a dar transparência A TODAS as ações administrativas através do Diário Oficial e TCM, sendo assim, Márcio Mariano não está cumprindo, ou “esqueceu” de dar publicidade ao contrato para LAVAGEM DE CARROS que tem com o senhor Marcio Portela Almeida, proprietário do CANÁRIO LAVA JATO E LOCADORA DE VEÍCULOS.
Diante de tais apontamentos, as denúncias serão encaminhadas ao Ministério Público Estadual e Federal, por se tratarem além de verbas próprias, também verba federal para o aluguel dos veículos e lavagem de carros.

www.fernandopop.com – Fonte: www.noticiadooeste.com
Reações:

0 comentários: