APROVAÇÕES UNÂNIMES DE OITO INDICAÇÕES, DOIS PROJETOS DE LEI E PROCESSO DE LEGALIZAÇÃO DO SINAL DE TELEFONIA MÓVEL NAS COMUNIDADES DE SÃO DESIDÉRIO MARCAM SESSÃO ORDINÁRIA



Na plenária desta quarta-feira, 27, da Câmara de São Desidério, os vereadores discutiram e aprovaram, oito indicações, dentre elas, a de nº 252/2017, referente a atualização do valor da diária dos motoristas do transporte intermunicipal da Saúde. Vereador: Luciano Rocha. E a indicação nº 260/2017, a qual visa a construção de uma Casa de Reabilitação para dependentes químicos. Autor: João Neres Filho ( Nerito).

Também foram aprovados por todos os edis, dois projetos de lei. O primeiro, nº 014/2017, que dispõem sobre a obrigatoriedade do uso de crachá de identificação pelos funcionários da Câmara de São Desidério. Autores: Cleusnélio Santana, Jorge Cavalcante, Jair Lisboa e Luciano Rocha dos Santos. O segundo, nº 018/2017, altera e acrescenta dispositivos da lei nº 16/2015 – código tributário e de rendas do município. Autoria: Prefeito municipal, José Carlos de Carvalho.

Ao fazerem uso da tribuna, os legisladores falaram ainda, da suspensão do sinal de telefonia móvel em algumas localidades do município, no distrito de Sítio Grande e comunidade de Angico, por exemplo.

“Estou acompanhando os trâmites para o restabelecimento definitivo deste benefício. Houve este problema, porque o serviço, como sempre aconteceu, não havia sido homologado. Mas todas as medidas exigidas pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), já foram tomadas”, afirmou o presidente Marusan Ferreira.

Fonte: ASCOM da Câmara de Vereadores de São Desidério

Reações:

0 comentários: