PLANALTO DÁ COMO CERTA DELAÇÃO DE GEDDEL, QUE SERIA “TEMPERAMENTAL E EMOTIVO”

(Foto: Varela Notícias)
Preso há quase duas semanas no presídio da Papuda, em Brasília, Geddel Vieira Lima (PMDB) tem preocupado o Palácio do Planalto.
Segundo o jornal Estado de São Paulo, a avaliação entre auxiliares de Michel Temer (PMDB) é que a situação de Geddel é “praticamente incontornável” depois que a Polícia Federal encontrou R$ 51 milhões em espécie em um apartamento em Salvador. Digitais do ex-ministro foram identificadas no dinheiro.
Segundo o Planalto, até a primeira prisão de Geddel, era possível obter sucesso na defesa técnica, já que não existiam provas concretas da tentativa de obstrução de Justiça. Apesar disso, com o dinheiro apreendido, o discurso da defesa de que as acusações eram versões de delatores interessados em benefícios caiu por terra.
Michel Temer e seus assessores avaliam que o ex-ministro é temperamental e emotivo e, por isso, não aguentaria ficar preso muito tempo. Isso tudo pode ajudar numa negociação de acordo de delação premiada. Procurada, a defesa de Geddel não havia se manifestado até a conclusão desta edição.


www.fernandopop.com - Fonte Varela Noticias 
Reações:

0 comentários: