SWEET KATERINE RIOS: ÁGUA NATURALMENTE GASEIFICADA NOS ALPES DA ITÁLIA


Reverenciada como o champagne das águas minerais, a água com gás natural italiana San Pellegrino é conhecida em todo o mundo como símbolo de vida italiano (“Nazionalità”). A fonte está localizada na cidade de San Pellegrino Terme, na região da Lombardia, norte da Itália, nos Alpes Italianos. Começou a ser engarrafada em 1899 e, década após década, veio se consolidando como marco de um estilo de vida pela sua quantidade equilibrada de gás e minerais e por seu poder de realçar a percepção dos sabores dos ingredientes da culinária. A preferência que transformou a água San Pellegrino em líder mundial não foi somente seu “perlage” (bolha) intenso. Seu sabor delicado é também um símbolo mundial do estilo de vida italiano.


A princesa Sarah Fergusson, os astros Elton John e Madonna, a atriz Elizabeth Taylor, os atores Marlon Brando e Robert de Niro e o ex-líder soviético Mikhail Gorbatchov, compõem, ou compuseram, a estrelada galeria de admiradores da marca de água mineral SAN PELLEGRINO, presente nas mesas mais sofisticadas do planeta com suas famosas borbulhas, um complemento indispensável para os melhores vinhos e iguarias. 

A história

Como todo bom ícone que se preze, existem muitas versões sobre a origem da SAN PELLEGRINO. A mais divulgada menciona sua associação com um dos grandes gênios da humanidade, Leonardo da Vinci, que no século XVI, enquanto subia o rio Adda em busca de inspiração para criar um de seus mais famosos quadros – as “Virgens das Rochas” – o gênio renascentista impressionou-se com uma descoberta: uma fonte de onde brotava uma água cristalina, enriquecida com 14 minerais, situada no vilarejo de Val Brembana, próximo a cidade de Milão, na Itália. O que Da Vinci não sabia é que até chegar àquele local, o fabuloso líquido percorria um sinuoso caminho de 20 quilômetros entre as rochas dos Alpes. Depois dessa viagem a água repousava mansamente em um reservatório a 600 metros de profundidade. Lá ela se mantinha a uma temperatura suave, entre 25 °C e 26 °C.

Três séculos mais tarde, em 1848, Ester Palazzolo construiu um parque termal ao redor dessa fonte natural nos Alpes Italianos, próximo a cidade de Milão. O parque termal atraía muitos visitantes em busca das propriedades terapêuticas da água e do clima local. Reis, rainhas e milionários recorriam à região em busca de tratamento para males do sistema respiratório e renal. Os nobres frequentadores do parque termal trataram de espalhar pelo mundo a fama daquelas águas, que por ser rica em magnésio, cálcio e potássio, converteu-se em um santo remédio para os músculos e nervos, ossos e dentes, e equilíbrio eletrolítico entre o sangue e outros fluidos corporais.


O fato é que em termos de registros oficiais a SAN PELLEGRINO, uma água mineral gaseificada naturalmente, passa a existir a partir de 1899, quando começou a ser engarrafada, depois da construção de uma fábrica de engarrafamento no parque termal. O nome Pellegrino significa“Pilgrim” (peregrino ou viajante). 

E para combinar com o ambiente sofisticado e a busca incessante de trazer ao seu público o que há de melhor e mais saudável no mercado, a Confeitaria Sweet Katerine Rios tem disponível a tão famosa água gaseificada naturalmente nos Alpes da Itália! O que se tornou um sucesso para quem já conhecia e para quem passou a ser admirador e apreciador de sabor tão suave e intenso ao mesmo tempo.

Faça uma visita à Confeitaria Sweet By Katerine Rios e peça já sua Água San Pellegrino!


www.fernandopop.com - Por: Fernando Pop com informações do Portal Território do Vinho/Fotos: Arquivo Sweet Katerine Rios
Reações:

0 comentários: