AÇÃO DO MP PRENDE 5 EM GARIMPO CLANDESTINO DE OURO EM SÃO DOMINGOS; O OURO ERA PROCESSADO NO DISTRITO DE RODA VELHA, EM SÃO DESIDÉRIO
















Uma operação do Ministério Público de Goiás (MP-GO) prendeu, na terça-feira (12), cinco pessoas em um garimpo clandestino de ouro em São Domingos, na região nordeste do estado. De acordo com o MP-GO, por semana os garimpeiros extraíam pelo menos 1kg de ouro, movimentando, em dois meses, cerca de R$ 1 milhão. O local foi fechado pelo órgão.
A Operação Montezuma foi deflagrada na manhã de terça-feira, em parceria com a Polícia Civil. Conforme o MP-GO, as investigações duraram cerca de um mês. A próxima etapa da apuração, segundo o órgão, é descobrir se existia a a participação de empresários e tentar identificar os receptadores do ouro.
Segundo o Ministério Público, os garimpeiros cavavam túneis de mais de 10 metros de profundidade, de onde era retirado o material. O cascalho e as pedras onde o outro era encontrado eram triturados em um moinho que ficava escondido em um galpão. Para separar o minério, os garimpeiros usavam mercúrio.
Garimpeiros retiravam cerca de 1kg de ouro por semana, em São Domingos (Foto: MP/Divulgação)
De acordo com o órgão, o preço do kg do ouro está cotado em 130 mil reais, e estima-se que os garimpeiros retiraram aproximadamente 8 kg do minério precioso.
O ouro era extraído de uma jazida clandestina no município de São Domingos e processado no distrito de Roda Velha, que fica no município de São Desidério, no sudoeste baiano.

Montezuma

Montezuma, que dá nome à operação, foi um líder asteca do século 17, explorado pelo espanhol Francisco Pizarro, que dominou o império indígena em busca de ouro.



www.fernandopop.com - Fonte - G1
Reações:

0 comentários: